De acordo com a Teoria da Relatividade Geral, um buraco negro é uma região do espaço da qual nada, nem mesmo partículas que se movem na velocidade da luz, podem escapar. Este é o resultado da deformação do espaço-tempo, causada após o colapso gravitacional de uma estrela, com uma matéria astronomicamente maciça e, ao mesmo tempo, infinitamente compacta e que, logo depois, desaparecerá dando lugar ao que a Física chama de singularidade, o coração de um buraco negro, onde o tempo para e o espaço deixa de existir. Um buraco negro começa a partir de uma superfície denominada horizonte de eventos, que marca a região a partir da qual não se pode mais voltar. O adjetivo negro em buraco negro se deve ao fato de este não refletir a nenhuma parte da luz que venha atingir seu horizonte de eventos, atuando assim como se fosse um corpo negro perfeito em termodinâmica.

IMG_3572

Formação

Um buraco negro , forma-se quando uma estrela super maciça fica sem combustível, o que faz seu núcleo diminuir até ficar reduzido a uma fração de seu tamanho original. Quando isso acontece, a gravidade produzida por ela sai do controle e começa a sugar tudo que encontra. Ela começa a sugar a massa da estrela, fazendo isso tão rápido que se engasga e expele enormes torrentes de energia. Ela é tão forte que fura a estrela e lança mais jatos de energia. A gravidade não suporta essa energia e a estrela, nem sempre, mas muitas vezes explode (esta explosão é chamada de supernova). Em apenas um segundo a explosão é capaz de gerar 100 vezes mais energia que o nosso Sol produzirá em toda sua existência. O que resta no centro é o buraco negro.

IMG_3573

Sagitário A

Medindo 114 anos-luz, o Sagitário A é supermassivo, ou seja, possui uma massa muito maior que a da maioria das estrelas, com cerca de 100 massas solares. Ele está localizado a cerca de 26 mil anos-luz da Terra, na constelação de Sagitário e pode ser observado desde o nosso planeta.

Segundo a Nasa, os cientistas afirmam que as regiões centrais de praticamente todas as galáxias – como é o caso da Via Láctea, onde fica a Terra – contêm um buraco negro supermassivo como este, mas com milhão de massas solares ou mais.

Ainda de acordo com os astrônomos da Nasa, este buraco negro é um “devorador” fraco. O seu combustível vem de ventos originados em estrelas jovens, localizadas à uma distância relativamente longa da Sagitário A, onde a sua influência gravitacional é fraca.

A Terra ameaçada

Segundo cientistas a Via láctea possui milhares de buracos negros, estaríamos ameaçados ? Existe essa possibilidade, mas muito remota, um buraco negro não emite luz, com isso são extremamente difíceis de serem localizados, você pode até olhar para o céu em uma noite estrelada a olho nú para procurar algum indício da existência deles, o problema será detectar  alguma distorção da luz de alguma estrela, essas distorções  são muito suaves, praticamente impossíveis de serem descobertos a olho nú, somente com telescópios mesmo assim são difíceis de serem notados.

IMG_3576

O que ocorreria com a Terra se um Buraco Negro se aproximasse?

Destruiria o Sistema Solar inteiro, tiraria planetas de órbitas, sugaria o Sol, provocaria um verdadeiro alvoroço.
Supondo que ele estivesse nos confins do sistema solar, o primeiro sintoma seria mudanças sutis nas órbitas dos planeta exteriores (Júpiter, Saturno, Urano e Netuno).
Caso chegasse ao interior do sistema solar, as órbitas dos planetas se tornariam caóticas. Júpiter seria a primeira vítima, por causa de sua grande atração gravitacional. O buraco negro sugaria rapidamente todo o gás do gigante gasoso, formando um disco brilhante de gás ao redor do monstro cósmico, emitindo radiação de raios-X.
A terra seria esticada e desfragmentada em poucos minutos, sendo sugada pelo monstro cósmico e assim sucessivamente.

IMG_3815

E se ele tivesse o tamanho de uma moeda?

A Terra seria destruída, mas nem todo o planeta seria engolido pelo buraco negro. Um buraco negro com um raio de Schwarzschild de cerca de um centímetro, menor do que uma moeda, teria aproximadamente a mesma massa que a Terra. A razão pela qual a Terra será destruída.Se um buraco negro com uma massa de 5 gramas fosse criado no seu bolso, este teria um raio de, aproximadamente, 10 elevado a -30 metros (extremamente pequenito). Podemos compará-lo ao átomo de hidrogénio cujo raio é de 10 elevado a -11 metros. Um buraco negro tão pequeno teria também um extremamente curto período de vida e acabaria por irradiar a sua pouca massa em apenas 10 elevado a -23 segundos (muito rápido). Assim, as suas 5 gramas de massa seriam convertidas em 450 terajoules de energia, levando a uma explosão mais ou menos 3 vezes maior que as das bombas atómicas de Hiroshima e Nagazaki combinadas.

Buracos negros são extremamente intrigantes para a humanidade — sejam leigos ou especialistas. As formações sempre intrigaram a humanidade no sentido do que podem fazer, sempre com teorias que dizem respeita a “passagens” entre dimensões por meio deles.

E, agora, a curiosidade humana ganha mais um capítulo: pela primeira vez na história a Nasa avistou algo saindo de um buraco negro. Não se sabe o que é e nem os efeitos dessa movimentação, mas a exploração em torno do buraco-negro superlativo Margarina 335 já chama atenção.

IMG_3813

Buraco Branco

Um buraco branco é uma reversão no tempo de um buraco negro, outra singularidade no tempo espacial. A matéria surge imprevisivelmente de um buraco branco. Um exemplo de um buraco branco é a singularidade original do Big Bang. Os buracos brancos seriam um tipo de “extensão” de um buraco negro. Dentro de um Buraco negro poderia existir um tipo de wormhole (buraco de minhoca) para os que nunca ouviram falar, ele é mais ou menos um “túnel” que liga duas regiões do espaço (como se pode perceber é um outro objeto que por em quanto só existe na teoria), de modo que se você entrar por uma boca dele você sai instantaneamente do outro lado. De fato se tivesse um negócio parecido com um desses dentro do buraco negro, a matéria tragada por ele poderia sair num buraco branco (o outro lado do túnel), que do ponto de vista teórico seria exatamente o oposto do buraco negro. Simplificando, segundo a teoria da relatividade o buraco negro é uma região no espaço em que nada pode escapar já o buraco branco seria uma região no espaço em que nada pode “cair”. Como oposto de um buraco negro, um buraco branco expele violentamente a matéria. O buraco branco é um farol brilhante e uma fonte aparentemente infinita de matéria e de energia. Ninguém jamais viu um buraco branco, e muitos acreditam que ele se auto destruiria rapidamente. A matéria expelida se unificaria gravitacionalmente e entraria em colapso, formando um buraco negro que engoliria o buraco branco.

IMG_3816

O que acontece dentro do buraco negro?

Como o interior de um buraco negro é inacessível, não é possível saber ainda o que acontece dentro dele, mas teóricos sugerem que poderia haver uma espécie de portal para um outro universo. E, ao contrário do que muita gente suspeita, apesar de poderosos, os buracos negros não seriam capazes de “tragar” a Terra.

Os cientistas afirmam que as chances de o fato acontecer estão em uma escala muito próxima de zero, pois os buracos negros, tanto os estáticos quanto os que são capazes de manter uma rotação, estão a centenas de milhares de anos-luz do nosso planeta.

Resumindo os científicas não sabem nada, tudo teoria, mas se não existissem      eles , jamais teríamos noção mesmo que primitiva do Big Bang💥, Formação dos Planetas,🌏🌕 da vastidão do universo ………