Os nazistas estavam trabalhando em vários projetos ultra-secretos durante a Segunda Guerra Mundial, um em particular, foi apelidado como o “Wunderwaffe” ou a arma maravilha. Acredita-se que o artefato teve vários outros nomes, entre eles, o nazi-Bell, o sino e alguns se referiam a ele como Die Glocke. O dispositivo o nazista que estavam construindo foi supostamente destinado a testar as teorias anti-gravidade que eram muito populares na época, eles estavam esperando para criar uma Arma de Supremacia Alemã.

IMG_4203

O objeto é descrito como tendo a forma de um sino – daí seu nome -, feito de um metal duro e pesado, com 2,75 m de diâmetro e de 3,65 a 4,6 m de altura. Segundo Cook, o Sino continha dois cilindros que giravam ao contrário um do outro e estariam cheios de “uma substância parecida com mercúrio de cor violeta”. O líquido metálico era chamado de Xerum 525 e era cuidadosamente “armazenado em uma ‘garrafa térmica’ fina com um metro de altura forrada com [3 cm de] chumbo”. Outras substâncias seriam empregadas nos experimentos e eram chamadas de “metais leves” (Leichtmetall), como peróxidos de tório e berílio. De acordo com Cook, o Sino emitia forte radiação quando acionado – efeito que teria causado a morte de vários cientistas além de plantas e animais sujeitos a testes.

IMG_4204
Segundo pesquisadores o Sino usava essa estrutura

O objetivo da máquina nunca foi descoberto ao certo. Porém, existem diversas teorias, uma delas diz que o Sino seria uma cápsula para viagem espacial. O efeito antigravidade seria uma forma de propulsão diferente dos foguetes. Através desta máquina, os nazistas teriam a capacidade de mudar os rumos da guerra pois teriam acesso aos acontecimentos passados e a possibilidade de modifica-los conforme seus resultados. Uma questão ainda em discussão é se a máquina voaria de fato afetando o espaço/tempo ou apenas projetaria imagens de tempos passados em seu interior. Seja como for, o consenso é que os nazistas estavam próximos de introduzir na Segunda Guerra mundial uma máquina do tempo.

Onde anda o Sino Nazista?

IMG_4201

Os teóricos da Conspiração sugerem que o Sino Nazista foi levado para os EUA, assim como muitos cientistas alemãs, e que os EUA continuou a pesquisar sobre a tecnologia.

Ambos Von Braun e Kammler eram desenvolvedores de armas químicas alemãs avançadas e foguetes, incluindo o foguete V-2. Von Braun se rendeu às forças aliadas durante a queda da Alemanha e foi convocado pelo governo dos EUA para estudar propulsão avançada e desenvolvimento de foguetes. Von Barun dirigiu o desenvolvimento do foguete Saturno para a NASA e desempenhou um papel significativo na viagem dos americanos à lua, utilizando o bem sucedido foguete Saturno V utilizado na Apollo 11, de acordo com a PBS.

Avistamentos

No dia 9 de dezembro de 1965, uma imensa bola de fogo foi vista por milhares de pessoas em pelo menos seis estados norte-americanos e em Ontario, no Canadá. O chamado Incidente Kecksburg (uma cidade da Pensilvânia), foi um objeto não identificado que, supostamente, riscou os céus dos dois países e largou restos de metal quente sobre Michigan e o norte de Ohio.

IMG_4195

A bola de fogo provocou incêndios e explosões sônicas na área metropolitana de Pittsburgh. Inicialmente, foi divulgado que se tratava de um meteoro, porém, autoridades apresentaram outras respostas, afirmando que foi um acidente de avião, teste de míssil ou pedaços de um satélite que reentrou na órbita da Terra. Testemunhas afirmaram que viram um objeto cor de cobre ou bronze, em forma de peão ou Sino cair na floresta. Tinha algo em torno de 9-12 metros de comprimento, e tinha uma à luz como uma aliança de ouro em torno de sua parte inferior, após o incidente a pequena cidade foi tomada por centenas de militares que isolaram a área  proibindo o acesso a todos os civis a cena e seu entorno imediato. A história do acidente logo foi parar nos jornais e na televisão, e a área foi rapidamente tomada por pessoas que desejavam obter informações em primeira mão sobre o que poderia ser um acontecimento histórico.

IMG_4193

Em janeiro de 1980, o investigador UFO Clark McClelland entrevistou o assistente do chefe dos bombeiros de Kecksburg, James Mayes, e Melvin Reese um outro bombeiro. Eles relataram que sua equipe havia chegado a sessenta metros do objeto e que eles tinham visto um objeto no chão que tinha quebrado tudo no seu caminho por entre as árvores.

Mayes explicou como os militares isolaram os bosques e tinha inclusive estabelecido uma base temporária, com toda infraestrutura de telecomunicações. O chefe dos bombeiros Robert Bitner viria a confirmar esta história e também disse que tinha visto um objeto que tinha cerca de 6 metros de altura, 6 metros de largura, e cerca de 15 metros de comprimento, claramente não era nenhuma aeronave, Ele estava repousado no solo em um ângulo como se tivesse impactado quase horizontalmente. Outro bombeiro, ‘Pete’, afirmou que ele tinha visto um anel como se fosse um para-choques em torno dele onde haviam alguns símbolos desenhados e alguns símbolos pictóricos.

Os Nazistas estavam tecnologicamente extremamentes avançados para época, aeronaves em forma de disco voador, os foguetes V, viagem no tempo e cientistas fantásticos, mais isso fica para próxima matéria (Os Ovinis Nazistas).

IMG_4199