ser humano está atrasado, já deveria estar com tudo pronto para colonizar outros mundos, (Lua e Marte), pois o nosso tempo na Terra está se extinguindo, acabando, a destruição é eminente só questão de tempo; aquecimento global; há apocalipses extraterrestres, como impactos de asteróides “garantidos pelas leis da física e da probabilidade”, os recursos hídricos, a água potável no planeta Terra representa hoje  menos de 2%, derretimento das calotas polares, poluição do ar e mares, a super população mundial, Stephen Hawking em recente palestra disse: “Estamos ficando sem espaço e o único lugar para onde podemos ir são outros mundos. É hora de explorar outros sistemas solares. Espalhar-se pode ser a única coisa que nos salvará de nós mesmos. Estou convencido de que os humanos precisam sair da Terra”. Então, vejamos outros mundos. Em um vizinho, a 4,37 anos-luz de distância, o planeta Proxima B no sistema Alpha Centauri é um alvo promissor, disse Hawking – exceto que, com a tecnologia atual, a viagem interestelar é “absolutamente impraticável”.

IMG_4235

Colonizar a Lua o começo 

Para começar a colonização da lua, no primeiro momento não serão enviados pessoas, serão enviados robôs e produtos para a construção dos primeiros assentamentos para os futuros colonos. Os robôs também serão enviados primeiro para fazer uma análise do solo e ajudar a definir o melhor local para o primeiro assentamento, nem muito quente, nem muito frio e que não tenha muita incidência de radiação solar. Provavelmente será em alguma cratera do nosso satélite, já que ele possui milhares delas.

IMG_4238

A superfície da Lua está coberta de regolito: uma mistura de pó fino e fragmentos de pedras formados por choques de meteoritos com a superfície lunar. A espessura dessa camada varia de vários centímetros até dezenas de metros. Os cientistas falam da possibilidade de princípio da extração de ferro, alumínio, silício e, talvez, titânio, crómio e magnésio do regolito lunar. Na qualidade de produto derivado será possível obter oxigênio , hidrogênio  e água propriamente dita. Além disso, do solo lunar poderá também extrair-se compostos semelhantes a vidro, cerâmica e outros materiais, segundo cientistas pouco seria levado , pois já se é constatado que até água existe no satélite, existe na Lua  o Helio-3 é um combustível termonuclear bastante promissor que não existe na Terra, mas há em fartura no seu satélite. O seu poder energético é enorme. Uma tonelada substitui 20 milhões de toneladas de petróleo. É verdade que, para extrair essa tonelada, é preciso explorar uma área da superfície lunar de 20 quilômetros quadrados a uma profundidade de 3 metros.

IMG_4236

Muito teria que ser analisado, por exemplo: Local dos assentamentos, a Lua é bombardeada constantemente por micros asteróides a todo o momento, impactos nos seres humanos seria como um tiro de arma de fogo, com isso, um estudo detalhado dos locais mais apropriados para construção dos complexos habitacionais, e laboratórios seria de extrema importância, para se proteger das intempéries a saída mais provável seria:

DE VOLTA ÀS CAVERNAS
Para ficarem protegidos da radiação solar e cósmica, os habitantes lunares morarão em módulos de habitação “enterrados”.

2020…2030 – As primeiras missões tripuladas
2030…2050 – Montando a infraestrutura
2050…2100 – Colonização definitiva

Dificuldades

Quais são as dificuldades de uma colonização da lua?

Para começar o ciclo de um dia na lua não é nem de perto o mesmo de um dia na terra. Na lua as pessoas teriam 14 dias claros e 14 dias de noite, ou seja, não seria nada fácil se adaptar a isso, sem contar que na lua a gravidade é de apenas 1/6 da que temos na terra, mais um fator que dificultaria a vida dos possíveis primeiros colonos e ainda teria a radiação do sol, pois na lua diferentemente da terra, não existe camada protetora contra a radiação do sol.

IMG_4242
Modelo de uma estufa lunar

Alimentos

ESTUFAS
Com o auxílio de técnicas hidropônicas desenvolvidas na estação espacial internacional, os astronautas podem iniciar  com as técnicas testadas , o plantio  de alimentos na Lua.

Porque colonizar a Lua antes de Marte

“A Lua é um primeiro passo natural”, explica Philip Metzger, um físico do Centro Espacial Kennedy. “Ela está mais próxima. Nós podemos praticar como viver, trabalhar e fazer ciência lá antes de fazer uma viagem mais longa e mais arriscada para Marte”. Ainda mais importante, ambos são cobertos por uma finíssima camada de poeira, chamada regolito. O regolito da Lua foi criado pelo bombardeio incessante de micrometeoritos, raios cósmicos e partículas de vento solar, quebrando as rochas durante milhões de anos. O regolito marciano resultou dos impactos de meteoritos maiores e mesmo asteróides, mais Eras de erosão diária pela água e pelo vento. Há locais nesses dois mundos onde o regolito tem mais de 10 metros de profundidade. Lua e Marte têm muito em comum. A Lua tem apenas um sexto da gravidade da Terra; Marte tem um terço. A Lua não tem atmosfera; a atmosfera de Marte é muito rarefeita. A Lua pode ser muito fria, até -24º C na sombra; Marte varia entre -20º e -100º C.  essa é a explicação mais aceitável no meio científico.

IMG_4245

Distância entre Terra e a Lua

Mas o crucial é o tempo entre a Terra x Lua  e Terra x Marte. O tempo de viagem depende do veículo utilizado. Um ônibus espacial da NASA, que viaja a cerca de 28 mil quilômetros por hora, demoraria quase 14 horas para chegar até lá. Já a Apolo 11, a primeira espaçonave tripulada a chegar a Lua, em 1969, demorou 4 dias.

IMG_4246
Janela de alinhamento

Distância entre a Terá e Marte

O tempo total de viagem da Terra até Marte leva em torno de 150 a 300 dias, dependendo da velocidade do lançamento, o alinhamento da Terra e de Marte, e do comprimento da viagem da nave espacial necessário para atingir o seu objetivo. Realmente só depende da quantidade de combustível que você está disposto a queimar para chegar lá. Quanto mais combustível, menor tempo de viagem.

A primeira nave espacial a fazer uma viagem da Terra para Marte foi a Mariner 4, da NASA, que foi lançada no dia 28 de Novembro de 1964 e chegou a Marte em 14 de julho de 1965, fazendo com sucesso uma série de 21 fotografias. O tempo total de vôo  da Mariner 4 , foi de 228 dias.

IMG_4243
Mariner 4

A segunda missão bem sucedida a Marte foi a Mariner 6, que decolou em 25 de fevereiro de 1969 e atingiu o planeta em 31 de Julho de 1969; um tempo de vôo  de apenas 156 dias. O sucesso da Mariner 7 se deu com apenas 131 dias para fazer a viagem. A Mariner 9, a primeira nave espacial a ir com sucesso em órbita em torno de Marte lançado no dia 30 de maio de 1971 e chegou no dia 13 de novembro de 1971, fez uma viagem por um período de 167 dias.

Vantagens da colonizar a Lua

Com uma base estabelecida na Lua, muito se aprenderia, teríamos que nos  adaptar a viver com uma gravidade baixíssima, extremo frio, sem uma oferta de oxigênio ilimitada como na Terra , e o mais importante,  a convivência em lugares com pouco espaço, onde o contato físico entre seres humanos seriam constante, teríamos que ceder e aprender a conviver e aceitar as diferenças para podermos  sobreviver, essas experiências adquiridas ao longo de muitos anos, favoreceria as  viajens mais longas como, para o Planeta Marte ou a Lua Europa, a experiência adquirida facilitaria uma melhor adaptação, evitando os erros aprendidos quando na instalação da base lunar, outra  facilidade seriam os lançamentos de foguetes em um ambiente sem gravidade, os custos seriam muito mais baratos.