O povo lagarto é formado por répteis humanóides e primitivos que podem ser muito perigosos quando são provocados.

Embora sejam onívoros, preferem carne, particularmente a carne humana, mas essa acusação não tem muito fundamento (embora diversas tribos devorem os inimigos cativos ou escravos). Algumas tribos mais avançadas erguem cabanas e usam armas e escudos; os líderes destas tribos podem até mesmo possuir equipamentos roubados ou trocados com outras criaturas inteligentes.

Um espécime típico atinge entre 1,80 m e 2,10 m de altura escamas verdes, cinzas ou marrons. Suas caudas são usadas para lhes conceder equilíbrio e medem entre 90 e 120 cm. Eles podem pesar de 100 a 125 kg. Os povos lagarto falam o idioma Dracônico.

 Os homens-lagarto combatem de modo individual e desorganizado. Eles preferem ataques frontais em massa e muitas vezes tentam empurrar os inimigos para a água, onde são mais aptos a lutar. Se estiverem em desvantagem numérica ou seus territórios estiverem sob invasão, tentarão preparar armadilhas, planejar emboscadas e realizar incursões para reduzir os suprimentos do inimigo. As tribos mais avançadas usam táticas mais sofisticadas, têm armadilhas melhores e emboscadas elaboradas.

IMG_4675.JPG

O jornal Los Angeles Times, em sua edição (acima) de 29 de janeiro de 1934, publicou a matéria sobre com a incrível história de Warren G. Shufelt, um engenheiro de minas, que localizou uma cidade subterrânea e os seus tesouros por meio de detecção por raios-x durante a escavação de poços. A matéria é assinada pelo repórter Jean Bosquet.

Teriam sido encontradas placas de ouro, quatro pés de comprimento e catorze polegadas de largura, contendo registros. O povo nativo Hopi da região fala de um povo lagarto que habitaria os túneis. Um labirinto de catacumbas se encontra sob o centro da cidade de Los Angeles, e chega até o mar, fazendo uso do movimento da maré.

O jornal Los Angeles Times publicou a história da procura de Shufelt pelo tesouro dourado pertencente ao povo lagarto, e a Associated Press espalhou o conto em todo os EUA. Foi dito que a cidade subterrânea, no formato de lagarto, ia desde o Parque Elysian até a cauda, que é a Biblioteca Central hoje.

Shufelt afirmou ter encontrado a localização exata dos 1.900 pés quadrados de túneis, juntamente com salas que tinham 9.000 pés de espaço e 16 salas em que o ouro estava armazenado, e ele achou isso usando sua máquina de raios-X. Ele começou a criar um mapa de todas as passagens sob a superfície de Fort Moore Hill. Ele também recebeu permissão do Conselho de Supervisores do Condado para iniciar uma escavação na Rua North Hill durante a depressão, e isso foi observado por muitas pessoas. Os relatos do jornal eram especulativos e diziam que o tesouro enterrado era composto de ouro espanhol que havia sido colocado lá durante o período colonial, e que a equipe achava que estavam prontos para recuperá-lo quando 28 pés (8,5 metros) do poço foram afundados.

Carolina do Sul (EUA)

IMG_4680

Uma intrigante criatura deixou moradores da Carolina do Sul, nos Estados Unidos, de cabelos em pé. Identificado como ‘Homem Lagarto’, ele foi flagrado por uma mulher no quintal de sua casa no dia 2 de agosto e, desde então, virou temática de discussão no país todo — até em redes de televisão.

A primeira lembrança das redes de televisão é que aquele local é conhecido pela aparição de muitas criaturas bizarras. Foi por lá, por exemplo, que recentemente um homem flagrou um suposto chupa-cabras em sua propriedade. A temática, é claro, virou piada na boca dos mais céticos.

Há, porém, uma lenda antiga que fala de um animal exatamente igual ao que foi flagrado na Carolina do Norte. Em 1988, um homem estava consertando seu carro à beira da estrada quando afirmou ver um lagarto de mais de dois metros de altura andando como um bípede. Desde então, dezenas de aparições do Homem Lagarto foram relatadas.

A questão é que, em nenhum dos casos, as imagens eram tão claras quanto no caso atual. Os céticos lembram que, é claro, pode se tratar apenas de uma pessoa fantasiada querendo causar o pânico, Mas essa é a primeira vez que o Homem Lagarto, lenda local, aparece de vez e não apenas em imagens que mostram apenas um vulto com seu formato.

IMG_4682

A criatura foi tema de reportagem nas principais emissoras de TV americanas e gerou discussões intermináveis nas redes sociais, fora os sustos. Esse ser acima, chamado de “Homem-Lagarto”, foi fotografado por uma mulher de Sumter, na Carolina do Sul. A rede de TV ABC, que identificou a autora das fotos apenas como Sarah, informa que ela fez a foto numa floresta nos arredores da cidade no último domingo (2). A mulher postou no Twitter e escreveu: “Não estou inventando. Eu vi isso no meio do mato”.

Alerta Surpreendente

IMG_4679.PNG

Agência governamental nos EUA alerta sobre Homem-Lagarto 12/08/2017.
Parece brincadeira, mas não é. Uma agência de emergências nos Estados Unidos alertou a população sobre possível aparecimento da criatura conhecida como Lizardman, ou seja Homem-Lagarto, durante o eclipse solar que ocorrerá em 21 de agosto 2017.   Veja:

Homem-Lagarto

A Divisão de Gestão de Emergência da Carolina do Sul (SCEMD, sigla em inglês) está alertando os cidadãos em vários de seus condados para ficarem alertas quanto as atividades paranormais associadas com o eclipse solar total. Considerando que o eclipse é um evento do espaço, você imagina o aviso é simplesmente um alerta interessante para manter um olho aberto quanto aos OVNIs, mas este não é o caso. A SCEMD foi muito específica sobre seu conselho, e está pedindo aos cidadãos para ficarem cautelosos quanto aos… Homens-Lagarto.

Pode parecer piada de primeiro de abril, mas o aviso da SCEMD aparentemente é legítimo, pois o estado da Carolina do Sul tem um histórico de avistamentos do Homem-Lagarto. A Agência enviou pelo Twitter um mapa útil de onde Homens-Lagarto já foram vistos no passado, junto com uma sobreposição do trajeto do eclipse solar.