Hy-Brasil era uma ilha fantasma que apareceu em mapas antigos entre os anos de 1325 e 1800. Na maioria dos mapas, foi localizado a cerca de 321 km ao largo da costa oeste da Irlanda no Norte no Oceano Atlântico.

E6109644-280C-4752-A788-37BA1CB5AE44

Hy-Brasil era uma ilha que apareceu em mapas antigos entre os anos de 1325 e 1800. Na maioria dos mapas, foi localizado a cerca de 321 km ao largo da costa oeste da Irlanda no Norte no Oceano Atlântico.

82009CFE-355C-4683-B653-254FCFF58466

Uma das características geográficas mais marcantes do Hy-Brasil sobre esses mapas é que muitas vezes aparece como um círculo com um canal (ou rio) correndo leste a oeste em todo o diâmetro. Histórias sobre a ilha têm circulado em toda a Europa durante séculos com contos que era a terra prometida dos santos ou um paraíso onde uma civilização avançada viveu. No mito irlandês, disse que ele era envolta em névoa exceto para um dia a cada sete anos, quando se tornou visível… Conheça um pouco mais sobre essa ilha fantasma misteriosa!.

DAC0AACC-7DDD-40F4-9407-7FE67AE5DD87

Muitos nomes designam a famosa ilha tais como Ilha Brasil, Ilha do Brazil, Ilha de São Brandão, Ilha Brasil de São Brandão , Hy-Brasil ou Hy Brazil. Por muitos anos navegadores europeus buscaram por este paraíso movediço que surgia em meio a neblina, a ilha sempre desaparecia quando alguma embarcação se aproximava. No inicio do ano 1300 até 1870 a busca por Hy-Brasil foi incessante.
A presença da tal ilha é apontada em mapas antigos. Entre alguns podemos citar Ângelo Dalorto em 1325, Dulcert de 1339, o Laurenziano-Gaddiano de 1351, o Pizigani de 1367, o mapa anónimo de Weimar, provávelmente de 1481, o Giraldi de 1426, Beccario de 1426 e de 1435, Juan de Napoli de 1430, Bianco de 1436 e 1448, Valsequa de 1439, Pareto de 1455, Benincasa de 1482 e Juan de la Cosa de 1500. Há dois mapas Catalãos dos anos 1375 e de 1480 que representa a tal ilha e o atlas veneziano no ano de 1489 do Museu Britânico apresenta em todas as páginas sobre o Atlântico a ilha mítica.

3091A5F8-0A9D-42BE-87CC-CAB88A9B74A1

Comumente encontramos na cartografia medieval como uma ilha real situada no Atlântico Norte centro ocidental. Sua presença é registrada em uma data anterior a 1500, sendo o nome dado ao gigante sul-americano relativo à lenda e não a árvore que fornecia pigmento vermelho.

A77D3874-72C4-4F18-86CB-37FEF6DC9706

Até 1624 muitos se aventuraram em busca da Ilha do Brasil. Todavia sua localização inexata dificultava a procura. Situada primeiramente ao oeste da Irlanda, passa mais tarde a ser localizada perto dos Açores, onde a atual ilha Terceira aparece com esse nome, anterior a 1500, a península fronteira à Angra já designava o nome Monte Brasil, para posteriormente deslocasse para o sudoeste, nas Caraíbas e por fim, estabelecesse no Brasil, atual país.

6E027186-4052-42F0-AABB-C5DB30F6E91F

A presença desta ilha mítica na cartografia fixa o topônimo em data muito anterior a 1500, a data da descoberta “oficial” das Terras de Santa Cruz, o atual Brasil, e invalida de todo a teoria de que o nome estaria ligado ao vermelho do pau-brasil. Na realidade, àquela data, o Brasil como lugar mítico já estava presente no vocabulário dos povos do ocidente europeu há muitos séculos.

A lenda havia criado raízes no imaginário do homem europeu. E quando os portugueses chegaram a Pindorama a beleza da nova terra encheu seus olhos. Pero Vaz de Caminha em sua carta bem que poderia ter concluído sem mais delongas a D, Manuel; Vossa Majestade, Hy Brazil foi encontrada!

Expedições a procura da Misteriosa Ilha

Em 1480, John Jay Jr. partiu de Bristol, Inglaterra em uma viagem para encontrar a lendária ilha só para voltar de mãos vazias depois de passar dois meses no mar. Em 1481, mais dois navios, a Trindade e o George, partiram de Bristol em uma expedição para encontrar Hy-Brasil, sem sucesso também.
Curiosamente, em 1497, diplomata espanhol Pedro de Ayala relatou aos Reis Católicos de Espanha, que John Cabot (o primeiro europeu a visitar a América do Norte desde os Vikings) tinha “descoberto no passado pelos homens de Bristol que acharam Brasil”, alguém de uma das expedições Bristol tinha realmente conseguiu encontrar a misteriosa ilha? Provavelmente nunca saberemos…
Quase dois séculos depois, o capitão escocês do mar, John Nisbet, alegou ter passado em Hy-Brasil na sua viagem de França para a Irlanda em 1674. Ele disse ter enviado um grupo de quatro em terra onde os marinheiros passaram o dia inteiro na ilha.

AD27EC0A-AF36-4F88-B8AD-9B5591731B31

Lá, eles afirmam ter conhecido um velho sábio que lhes forneceu ouro e prata. Estranhamente, o capitão disse que a ilha era habitada por grandes coelhos pretos e um mago misterioso que vivia em um grande castelo de pedra construído por ele mesmo. O acompanhamento da expedição foi liderada pelo capitão Alexander Johnson, que também alegou ter encontrado Hy-Brasil, confirmando as descobertas de Nisbet.

E2F220C2-5605-4064-8208-9E50A437745C
Nos anos seguintes, Hy-Brasil recuaria no anonimato. Como as tentativas de encontrá-lo falharam novamente, cartógrafos começaram a deixá-lo fora a maioria das cartas náuticas. Quando a última vez foi observada em um mapa em 1865, simplesmente notável como “Brasil rock.”
A última aparição documentada de Hy-Brasil foi feito em 1872 por Robert O’Flaherty e TJ Westropp. Westropp afirmou ter visitado a ilha em três ocasiões anteriores e foi tão cativado por ela que ele trouxe sua família com ele para vê-lo em pessoa. Lá, todos eles testemunharam que ela aparece do nada e logo depois desaparece de novo diante de seus olhos.