Os polvos são criaturas tão misteriosas e extraordinárias que só podem ter vindo do espaço. É a conclusão de uma pesquisa que afirma: estes animais marinhos evoluíram em outro planeta, em ovos “criopreservados”, antes de chegarem à Terra há milhões de anos.

A pesquisa, publicada no Progress in Biophysics and Molecular Biology, envolveu 33 cientistas, incluindo Chandra Wickramasinghe, conceituado astrônomo e diretor do Centro de Astrobiologia da Universidade de Buckingham, no Reino Unido, que é considerado um dos proponentes da chamada Nova Panspermia – teoria que atribui a origem e a evolução da vida a “esporos” lançados no espaço e disseminados pela Terra e por todo o Universo.

E66E8801-86FA-4DFF-9FF9-6A8031DDBC8A

Contando com cientistas que vão das áreas da Biologia e Bioquímica, até a Astronomia e às Ciências Matemáticas, a pesquisa conclui que a evolução do polvo foi tão rápida que só pode ter tido origem em ambiente extraterrestre.

A pesquisa tenta explicar se o súbito aparecimento de formas de vida complexas na Terra durante a chamada Explosão Cambriana ou Explosão Câmbrica, há cerca de 530 milhões de anos, foi um evento “terrestre ou cósmico”. E a conclusão é de que tudo teve origem no espaço, graças ao bombardeio de “nuvens de moléculas orgânicas”.

A168C564-56A2-4AFF-B8AA-94CDF5A5D854

Os polvos são apontados como um exemplo desse processo, dado o seu súbito aparecimento na Terra, há cerca de 270 milhões de anos.

Os autores do estudo reparam que “o genoma do polvo demonstra um nível impressionante de complexidade, com 33 mil genes codificadores de proteínas a mais do que os que estão presentes no Homo sapiens“.

Destacando o “cérebro grande e o sistema nervoso sofisticado, os olhos de tipo câmara, o corpo flexível, a camuflagem instantânea”, os cientistas notam que as características apareceram “de repente no cenário evolutivo” e que não se encontra um caso similar “em nenhuma outra forma de vida preexistente”.

848E2D1A-EFE9-4595-B3D1-B79E9FF57C36

Assim, a “explicação plausível” é que “são, provavelmente, importações extraterrestres para a Terra”, fruto de “genes funcionais dentro de ovos de polvo fertilizados e criopreservados”, aponta o estudo.

Os polvos são considerados os mais inteligentes animais não-vertebrados e já vinham sendo apontados como uma espécie de seres “extraterrestres” por causa das suas características extraordinárias.

CF7FB9B2-57B8-49E4-A6E0-147949AD167E

O cinema está repleto de filmes de ficção científica com polvos vindos do espaço, e muitos especialistas em fenômenos extraterrestres não duvidam que são formas de vida alienígena.

Em 2015, cientistas da Universidade de Chicago, nos EUA, conseguiram sequenciar o DNA do polvo, concluindo que não há outro animal igual no planeta, atestando suas sofisticadas capacidades cognitivas. Características que levaram um dos autores do estudo, o neurobiólogo Clifton Ragsdale, a salientar, em tom bem humorado, que se tratava do “primeiro genoma sequencial de algo como um extraterrestre”.

Inteligência 

Os cefalópodes apresentam macroneurônios que só aparecem nesta classe e são mais desenvolvidos do que qualquer outro invertebrado.

Cerca de 1/3 dos neurônios do Polvo estão no cérebro. Teoricamente estes animais desenvolveram grande inteligência devido a necessidades de sobrevivência, por exemplo, devido à fragilidade de seu corpo (ausência de carapaça) em que a inteligência de seus ancentrais certamente aumentava as chances de fuga de ataques de predadores, além de auxiliar na captura com mais eficiência das diversas variedades de presas existentes em seu hábitat.

70373FF7-4EA0-41EE-BDD4-D8571DD0C28D

Os pesquisadores costumam observar a inteligência desses animais quando eles estão em cativeiro. Um pesquisador relata ter construído um robô submarino que ficava se movimentando em um grande tanque onde um polvo se encontrava. O polvo se “comunicou” com o robô e o desmontou peça por peça. Em outro caso, os funcionários do Santa Monica Pier Aquarium, na California, foram surpreendidos com 750 litros de água espalhados pelo piso ecologicamente construído. Acontece que um curioso polvo de duas pintas tinha desmontado a válvula de reciclagem de água e o cano,dirigido para fora do tanque, fez a água escoar durante 10 horas. Uma outra característica única dos moluscos é que, neles, duas áreas do cérebro se especializaram no armazenamento de memórias. Não é só o fato de terem cérebro maior e condensado, mas eles se destacam também por ter áreas no cérebro dedicadas à aprendizagem. E é nesse aspecto que se assemelham aos humanos, mas com um cérebro completamente diferente.