Buraco negro é uma região do espaço-tempo em que o campo gravitacional é tão intenso que nada — nenhuma partícula ou radiação eletromagnética como a luz — pode escapar dela. A teoria da relatividade geral prevê que uma massa suficientemente compacta pode deformar o espaço-tempo para formar um buraco negro.

 

A primeira imagem de um buraco negro foi tirada no início de abril de 2019, um enorme objeto no centro de uma galáxia que fica a aproximadamente 54 milhões de anos-luz de distância.  Mas a ex-cientista da NASA, Louise Riofrio, acredita que pode haver um buraco negro não muito longe de nós,  mais bem próximo, isto é, dentro do núcleo da Terra.

4A862016-0933-4DE2-8C33-DCF2B7E88CA1

Enquanto as pessoas procuram buracos negros no espaço, pode haver um buraco negro no último lugar que eles pensariam – debaixo de seus pés dentro da Terra “, disse ela a Blake Cousins, durante uma entrevista para o canal do YouTube Third phase of de moon.

Seria uma coisa minúscula, mas pesado como a lua.  Bilhões de anos atrás, a Terra giraria em torno deste buraco negro – esse buraco negro é responsável por gerar nosso calor.  Isso causa vulcões e terremotos, mas também nossas ilhas que se formam.  O buraco negro também geraria o campo magnético que nos protege do espaço, da radiação cósmica, raios UV, pequenos meteoritos etc … Nosso planeta pode não existir sem os buracos negros. “

A6981E09-383F-43D0-ADC7-DC92E29DB42D

Se a teoria de Louise estiver correta, ela acredita que a presença de um Stargate ou Worm Hole no centro da Terra pode levar a uma fonte sem precedentes de energia.  “No final, nos permitirá viajar para outros sistemas solares e explorar outras galáxias”, continuou ela.
A cientista da NASA disse mais tarde na reveladora entrevista da terceira fase da lua que mesmo essa viagem no tempo é possível, dada a sua crença de que a velocidade da luz está “mudando”.