Himmler procurou esse artefato mitológico nórdico e também quis construí-lo como uma arma secreta elétrica moderna e portentosa.  Heinrich Himmler, um dos oficiais nazistas mais graduados depois de Hitler, enviou um exército para procurar o martelo de Thor, o deus nórdico.
Depois, ele conseguiu que a empresa Elemag-Hildesheim projetasse sua própria versão do martelo, que poderia transformar “o material isolante da atmosfera em um condutor elétrico”, segundo registros.
F24CBED3-B9BD-43DF-9421-5965E9804CC0
A busca pelo artefato mítico é confirmada em uma carta de Himmler.  E o exército que o procurou foi a Ordem Negra, um tipo de esquadrão “esotérico” da SS que procurava fundar uma religião pagã na Alemanha de origem ancestral.
Para Himmler, o martelo de Thor era um artefato antigo com capacidades elétricas que havia sido usado pelos chamados “antigos arianos”, teorizados pelos nazistas.  O martelo de Thor era chamado Mjölnir e, de acordo com a mitologia nórdica, era a arma mais poderosa de todos os deuses.  Thor destruiu gigantes com ele, protegendo a Terra e Asgard, o reino celestial de Odin, dos inimigos.  Mjölnir pode significar “relâmpago”, implicando seu caráter elétrico.
BEDD2CB4-345B-456A-821E-53FA02092A41
Os esoteristas nazistas investigaram profundamente toda a mitologia nórdica-alemã, porque sabiam que era um tipo de arma elétrica.  Tradicionalistas alemães como Rudolf John Gorsleben estabeleceram uma doutrina filosófica esotérica chamada ariosofia, ou sabedoria “ariana”, que reivindicou a religião pagã germânica e nórdica antes do cristianismo (incluindo magia e rituais).

O objetivo de Himmler era projetar uma moderna arma elétrica baseada no martelo de Thor, que protegeria a Alemanha nazista do exército russo, considerado por Himmler como a força do “bolchevismo judeu” soviético que queria repreender os alemães.  Isso faz parte do racismo e nacionalismo dos nazistas.

Himmler propôs ao Escritório Técnico dos Esquadrões de Proteção (SS) o plano para criar essa arma secreta e propôs levar em conta os desenvolvimentos em fissão nuclear que o Conselho de Pesquisa do Reich estava investigando (os planos não realizados da bomba atômica)  Nazista).
Em novembro de 1944, a empresa Elemag-Hildesheim apresentou o moderno projeto do martelo de Thor, desenvolvido por Heinrich Himmler.  Os engenheiros argumentaram que a arma poderia converter “material isolante da atmosfera em um condutor elétrico”.  Com essa habilidade, eles bloqueariam sinais eletromagnéticos dos Aliados (inimigos dos nazistas), sinais como ondas de rádio ou controle remoto.
48B9692B-2666-4742-A351-7563B98CF481
Apesar do design assustador do martelo de Thor, os técnicos da SS e o chefe do Conselho de Pesquisa do Reich concluíram que tornar o dispositivo impossível por causa de seu custo excessivo e design complexo e ilusório, além da Alemanha  Foi muito usado pela Segunda Guerra Mundial e não podia financiar.

Já era o estágio final da guerra e Berlim estava sendo bombardeada e cercada pelos Aliados, de modo que o projeto do martelo nórdico nunca foi realizado.  Mas, considerando o Project Paperclip (quando os Estados Unidos trouxeram cientistas nazistas para o país americano), os Estados Unidos provavelmente estão interessados ​​ou desenvolveram sua própria versão deste martelo Thor moderno de Himmler.  Talvez esteja sendo usado como uma arma secreta nos dias de hoje.