O crânio alienígena misterioso de Sealand é um dos mais controversos crânios já escavados e gerou resultados fascinantes que levam a crer que isso pode ser uma evidência definitiva de seres alienígenas que habitaram a Terra em um passado distante.

Numerosas coisas estranhas e sem resposta foram descobertas na Terra nas últimas décadas.
É difícil diferenciar objetos autenticados e confiáveis ​​de fraudes, mas descobertas como o Crânio de Sealand são a prova de que existem coisas por aí que não podem ser explicadas com precisão.

Acredita-se que o crânio misterioso pertenceu a um alienígena que visitou a Terra centenas de anos atrás, outros dizem que pode ter pertencido a uma espécie desconhecida que vagou por partes da Dinamarca moderna em um passado distante.


No entanto, poucos pensam nisso como apenas mais uma fraude elaborada.
Testes conduzidos no crânio revelaram resultados fascinantes, sugerindo que o crânio semelhante a um alienígena é talvez um dos poucos crânios inexplicáveis ​​já encontrados na Terra.

Fatos sobre o misterioso Crânio Alien Sealand


O enigmático crânio parecido com um alienígena foi descoberto em 2007 em Olstykke, Dinamarca, por trabalhadores enquanto eles substituíam os canos de esgoto.
Curiosamente, apenas o crânio foi recuperado, os restos do esqueleto do corpo pertencente ao crânio nunca foram escavados.


O crânio foi examinado pela primeira vez em 2010 na Faculdade de Medicina Veterinária da Dinamarca, antes de 2010, nenhum pesquisador queria examinar o crânio.
Testes conduzidos em 2010 revelaram que o crânio é um dos crânios mais misteriosos já testados, pois os especialistas não conseguiram determinar a que espécie ele pertencia.

Os pesquisadores afirmaram que: “Embora se assemelhe a um mamífero, certas características impossibilitam seu encaixe na taxonomia de Lineu.”

A princípio, os pesquisadores sugeriram que o crânio pode ter pertencido a um cavalo, mas testes posteriores revelaram que o enigmático crânio pertence a uma espécie desconhecida na Terra.
Como ninguém poderia lançar muita luz sobre o estranho crânio, o crânio foi posteriormente enviado ao Instituto Niels Bohr em Copenhague.


A datação por carbono revelou que este ser misterioso viveu entre 1200 e 1280 AC.
Com a esperança de descobrir mais sobre o crânio, os pesquisadores escavaram a área onde o crânio foi encontrado.
Entre outras coisas, eles descobriram ossos de animais, machados de pedra e outros artefatos que se originaram no período Neolítico, segundo os pesquisadores.


Alguns pesquisadores propuseram a teoria de que, devido às grandes órbitas oculares e à superfície lisa, é muito provável que esse ser tenha sido adaptado ao clima mais frio.  O tamanho relativo dos olhos indicava que era uma criatura noturna com olhos gigantes.
Estranhamente, as órbitas oculares do crânio de Sealand parecem se estender mais para os lados, enquanto em um crânio humano os olhos são mais centrados.
A narina do crânio de Sealand é muito pequena e o queixo é muito estreito

Se a espécie deste misterioso crânio não se enquadra na categoria de uma espécie conhecida na Terra, a quem pertence?