O ufólogo e arqueólogo virtual Scott Waring relatou um achado incomum nas imagens da superfície lunar obtidas pela missão Apollo 9.

De acordo com o ufólogo, as imagens da lua capturaram três OVNIs gigantes em forma de charuto que passaram pelo satélite natural da Terra.

Foto original da NASA com os Ovnis

A pesquisadora ressalta que essas imagens foram obtidas pela NASA, indicando alguma credibilidade da fonte.

Além disso, o ufólogo acredita que não pode ser um arranhão ou defeito na lente, já que a NASA adquire apenas peças de alta qualidade e alto desempenho para suas pesquisas científicas.

O fato é que a imagem original da Lua parece muito escura, e Waring apenas acrescentou um pouco de brilho a ela para ver melhor os detalhes. Ele acredita que a NASA está deliberadamente escurecendo algumas imagens que poderiam revelar a verdade sobre a vida alienígena.

De acordo com Waring, a NASA sabe tudo sobre naves alienígenas que navegam no sistema solar, então faz de tudo para esconder esse fato.

Naves alienígenas gigantescas

Anteriormente, o ufólogo anunciou uma enorme nave estelar de 8 quilômetros, que, em sua opinião, está escondida em uma cratera lunar. Um instantâneo da superfície sul da lua, que foi investigado por Scott Waring, está nos arquivos oficiais da NASA. Foi recebido pela sonda da missão Clementine.

Suposta nave escondida na cratera

O ufólogo acredita que a espaçonave alienígena tem um comprimento de 5 a 8 quilômetros. O objeto tem duas mangas em cada um dos quatro lados e seu centro é circular.

Scott Waring se pergunta por que a NASA está escondendo tais descobertas do público. A lua está a 384.000 km da Terra e contamos com imagens da agência espacial dos Estados Unidos.

A NASA, acredita o ufólogo, aproveita o fato de que ninguém pode chegar lá. Ele está confiante de que mais cedo ou mais tarde a presença de vida na lua será revelada.