As incríveis imagens que apresentamos vêm do estado de São Paulo, no Brasil, e dizem respeito ao avistamento de um enorme OVNI de forma triangular que aparece no céu durante uma tempestade com raios.

No final da tarde de 16 de setembro de 2021, durante uma tempestade em Itaquaquecetuba, no estado de São Paulo, Brasil, um OVNI triangular preto foi documentado por meio de uma DashCam (câmera de carro), enquanto era atingido por um dos muitos raios da tempestade atual.

O objeto misterioso então se torna visível bem no centro de um raio e então desaparece novamente. Outro objeto menor é visível no vídeo, logo acima do OVNI triangular. O misterioso objeto menor aparece na fração de segundo em que o OVNI Trangular é visível. Em seguida, ele desaparece após realizar algumas manobras em zigue-zague.

Avistamentos de OVNIs triangulares e piramidais se tornaram bastante comuns nos últimos anos, particularmente na América do Norte e Central, mas nem todos pensam que estão visitando alienígenas na Terra.

<img src="https://apycdn.com/cn/ban/16/29/81/16298171470633.png" width="728" height="90" alt="" title=""

PORTAIS DE RELÂMPAGOS E DIMENSIONAIS

Existe agora um estudo de caso muito detalhado a esse respeito, que vê o aparecimento de objetos voadores não identificados que aparecem imediatamente após o clarão de um raio. “Está cientificamente comprovado que coisas incríveis acontecem durante tempestades como grandes explosões, raios X, radiações como as da bomba H e há até antimatéria, criada justamente por um raio.

E é precisamente a antimatéria que é criada durante os relâmpagos que me levou a inventar alguns dos meus teroires sobre avistamentos de OVNIs durante tempestades ”- diz o pesquisador Massimo Fratini.

“Incrível, mas verdade, as tempestades produzem raios de antimatéria, a substância do espelho, com cargas opostas, de matéria. A antimatéria é uma substância extraordinária, capaz de se transformar 100% em energia e ser usada como propulsor das espaçonaves do futuro, como já se imaginava na série Star Trek. Isso foi demonstrado por um satélite artificial, que em 14 de dezembro de 2009 foi atingido por um feixe de antimatéria gerado por uma tempestade a 5.000 km de distância. “

“Pesquisas científicas recentes nos dizem que a antimatéria, pelo menos em parte, é canalizada ao longo do campo magnético da Terra, indo para o norte ou para o sul (Pólo Norte ou Pólo Sul), similarmente se dirigindo a si mesma como uma agulha de bússola – declara Massimo Fratini –

A nuvem de antimatéria continua seu caminho ao longo do campo magnético da Terra, até chegar a um ponto muito alto na atmosfera, uma imagem espelhada de onde a tempestade ocorreu e depois volta para trás. Então, as partículas carregadas (elétrons e pósitrons) se movem ao longo das linhas do campo magnético da Terra seguindo uma trajetória espiral.

Conforme as partículas se aproximam da Terra, o campo magnético se intensifica, resultando nas partículas espiralando mais rápido, mas avançando mais lentamente. Repito o acima: os elétrons se movem ao longo do campo magnético seguindo caminhos espirais, propriamente chamados de helicoidais. Esses movimentos espirais ou helicoidais da nuvem de antimatéria no campo magnético poderiam criar Portais Dimensionais conectados com os Pontos X “.

PORTAIS MAGNÉTICOS

“Os X Points foram recentemente descobertos pela NASA. Esses pontos estão normalmente localizados a algumas dezenas de milhares de quilômetros da Terra, acima da órbita média da Terra (MEO), em órbita geoestacionária (GSO) e principalmente em órbita alta de a Terra, 22.000 milhas acima do ponto azul. Este é o ponto onde o campo magnético da Terra encontra o campo magnético do Sol e então bizarros “buracos de minhoca ou portais estelares” são formados neste lugar.

“Esses portais magnéticos também são invisíveis a olho nu – comenta Fratini – e não duram muito e aparecem em pontos aleatórios. Esses portais estão conectados a raios? Eu acredito fortemente que há uma conexão entre as partículas de antimatéria geradas por um raio e os X-Points. Os raios ativam a carga de antimatéria conectada aos X-Points conectados ao Sol e aqui são criados os Stargates ou Portais Dimensionais.

As naves espaciais extraterrestres poderiam explorar a antimatéria como um propulsor, semelhante ao do filme Star Trek, ou explorar o Sol, os pontos X e os relâmpagos para abrir passagens do espaço-tempo (Buracos de minhoca) e chegar à Terra. Não é por acaso que o estudo X-.Point da NASA se tornou Top Secret. “