Durante anos, especulou-se sobre missões secretas que visavam usar Marte como um lugar habitável para a proteção da elite. Este seria o Projeto RedSun.

Imagens supostamente obtidas por Luca Scantamburlo.

Este projeto veio à tona depois de encontrar uma série de vídeos classificados, onde astronautas e pilotos da Força Aérea são vistos sendo treinados para o Projeto RedSun.

Soma-se a isso os testemunhos de militares de alto escalão, ex-astronautas e as proibições e censuras ridículas de declarações e documentos relacionados.

O que é o Projeto RedSun?

O projeto consistiu em uma cooperação entre os Estados Unidos e a Rússia, a fim de desenvolver um habitat adequado no planeta Marte, para que a elite seja salva da destruição.
Em 1970, a NASA enviou 2 missões secretas a Marte. Segundo informações confidenciais do pesquisador e escritor freelance Luca Scantamburlo.

Diz-se que, com o apoio da Agência Espacial Soviética da época, o objetivo da operação era a recuperação de materiais deixados por uma antiga civilização marciana.

Surpreendentemente, os astronautas no comando dessas missões foram os renomados Neil Armstrong e Buzz Aldrin.
O site independente divulgou imagens mostrando Aldrin pisando e explorando o solo marciano.

Acredita-se que esta informação tenha vindo de uma “fonte confiável”, possivelmente um militar da OTAN, que pôde ver o material. Esta fonte sabe quando e como as missões foram realizadas e, principalmente, seu objetivo.

Nessas imagens, um astronauta americano é visto claramente caminhando em Marte.
Scantamburlo explicou que as imagens foram tiradas de um vídeo dentro do Lago Groom. Além disso, sua fonte assegurou-lhe que Buzz Aldrin era o comandante da primeira missão tripulada secreta a Marte, que ele chamou de “WPXVI”.

Essa missão foi realizada na década de 70 e fazia parte do Projeto RedSun.
Evidências confirmando sua existência

Astronautas americanos durante o suposto Projeto RedSun.
Há uma série de evidências que podem confirmar a existência desse projeto. O primeiro, e talvez o mais óbvio de todos, é a presença de estruturas em Marte.

Um usuário do YouTube chamado David Martínes com a ajuda do Google Marte conseguiu encontrar estruturas que parecem ser de uma base. Ele chamou as estruturas de “bio estação alfa e bio estação beta”.

Depoimentos do físico Bob Lazar surpreenderam no final dos anos 80, onde afirmou que os Estados Unidos não só tinham uma base na Lua, mas também em Marte.

As missões a Marte e seu possível destino como abrigo para as elites, concentra-se principalmente na teoria de que a humanidade pode se extinguir durante a primeira metade do século XXI. Isso é resultado de uma possível nova era do gelo.

Esta razão é mais do que suficiente para que 2 das potências mais poderosas do mundo tenham organizado o Projeto RedSun.
Há também uma série de vídeos de 16 mm, que foi gravada durante reuniões secretas da NASA e da Força Aérea. O vídeo é datado de 28 de agosto de 1973 e, dizem, a segunda viagem tripulada a Marte foi discutida.

Não é a primeira vez que lemos informações sobre a elite que quer fugir de um planeta destruído Terra e deixar o resto da humanidade à sua própria sorte. No entanto, o Projeto RedSun parece ser completamente real. A humanidade realmente já esteve em Marte?