O contato do medium com os extraterrestres teria acontecido em 1972, entre Franca e Ribeirão Preto, em São Paulo. O Relato foi revelado pelo seu amigo Geraldo Lemos Neto, escritor e empresário, que conviveu com ele durante mais de 20 anos.

Em nossas conversas nas madrugadas, muitas vezes eu perguntava sobre o universo, as galáxias, nebulosas e as estrelas com planetas que se movimentam ao redor. Ele me falava com muita vivacidade sobre o assunto, inclusive sobre a existência de “humanidades” muito mais avançadas do que a nossa, que estão espalhadas pelo sem fim do “multiverso”.

Ele, inclusive, contou-me, por volta de 1986, no início da década de 70, estava indo de Franca, onde a família Borges residia, em direção a Ribeirão Preto, para visitar Eliana, que havia passado por uma cirurgia de coração naquela cidade para retirada de um tumor benigno, algo surpreendente ocorreu.

O irmão do doutor Elias Barbosa, médico de Uberaba, dirigia o automóvel na companhia de Borges e de Chico Xavier, que ficou no banco de trás. Lá pelas 03h00, no meio do caminho, uma luz meio embaçada, de cor alaranjada, envolveu o automóvel e passou a segui-los e o motorista achou por bem encostar o carro e os três ficaram ali, eles não imaginavam o que estava prestes a acontecer.

O automóvel desligou-se por completo. Então, intuitivamente, Chico Xavier começou a orar, pedindo aos amigos que o acompanhassem na prece. O espírito Emmanuel se fez presente e solicitou-lhes redobrada vigilância. A nave apareceu, então, no pasto ao lado da estrada, iluminando toda a área em torno com sua luz. O objeto pairou no ar, sem nunca tocar o solo, e do meio dele saiu uma luz mais clara ainda, de dentro da qual desceu uma entidade alienígena.

Esse ser aparência humanoide, era muito alto, com cerca de 3 m, e era esquelético. Chico Xavier sentiu um medo instintivo e pediu em preces para que fosse afastado dele qualquer mal, com o auxílio de Emmanuel. Então, subitamente, a entidade alienígena parou e desistiu dos três, retornando à nave.

Depois, o disco voador elevou-se do solo e o médium viu perfeitamente uma vaca adormecida sendo levada até o interior, como se levitasse até lá. Em seguida, o aparelho desapareceu de vista com velocidade espantosa.

O espírito Emmanuel revelou que aqueles seres, infelizmente, não são vinculados ao bem e ao amor, mas fazem parte de sociedades que pilham planetas em busca de experiências genéticas estranhas. De vez em quando, abduzem homens e animais para suas aventuras laboratoriais.

Chico Xavier contou também que em meados da década de 80 teve contatos com criaturas extraterrestres magníficas com cerca de um metro apenas, ele me explicou que essas criaturas são de grande inteligência, por isto mesmo têm a cabeça de tamanho avantajado em relação à nossa, com grandes olhos amendoados e meigos, capazes de divisar todas as faixas de vida nos diversos planos de matéria física e espiritual.