O Caso Magé foi um “avistamento” de luzes no céu ocorrido na noite entre os dias 12 e 13 de maio de 2020, na cidade de Magé, região metropolitana no Rio de Janeiro.

O clarão da suposta queda do Ovni

Durante a madrugada, moradores da cidade gravaram vídeos mostrando luzes no céu da cidade e clarões no horizonte e compartilharam em suas redes sociais.

As luzes foram identificadas como sendo estrelas, planetas, e satélites artificiais.

Planeta Vênus

De acordo com o ufólogo Marco Antonio Petit, as filmagens seriam avistamentos do planeta Vênus e de alguns satélites artificiais como a rede Starlink.

Testes de munição e acidente com explosivos

Outra potencial explicação para o caso, em especial os clarões, seriam possíveis testes realizados pela Fábrica Estrela da IMBEL com armamentos explosivos.

Outro ângulo do clarão

A hipótese ganhou força devido ao falecimento de um dos funcionários da empresa na data em questão devido a um acidente.

Teorias da Conspiração

OVNI

Algumas pessoas formularam teorias da conspiração, como a de que um OVNI teria caído no distrito de Pau Grande, nas proximidades da fábrica da IMBEL, onde helicópteros das Forças Armadas Brasileiras teriam recolhido a alegada espaçonave acidentada. Nenhum comunicado das referidas autoridades foi relatado.

Acobertamento do Google

Também circulou um boato de que o Google teria censurado imagens das coordenadas referentes ao local aonde o OVNI teria colidido,u o que foi prontamente desmentido em função da atualização das imagens do aplicativo não ser realizada em tempo real.

“Que é isso, cara. Estou na Ilha do Governador e tem no horizonte lá uma luz, que fica parada, está parada há mais de dez minutos. E no céu um montão de luzes, luzes piscam, diminuem, aumentam e ficam se deslocando… Como se viesse lá do outro lado. Tem um vermelho, agora”, vai narrando uma pessoa. “Tô arrepiado”, fala outra.