Robert Maxwell é um arqueólogo australiano e a única pessoa que trabalhou nas investigações de Chernobyl. Este homem contou a história de uma criatura enorme e aterrorizante que diferentes trabalhadores viram antes da destruição.

O arqueólogo conta que a lenda do Pássaro Negro de Chernobyl foi ouvida quando ele estava na zona de exclusão. Uma história sobre uma criatura misteriosa e aterrorizante que foi vista por vários trabalhadores.

A história diz que nos dias anteriores a 26 de abril de 1986, uma entidade enigmática foi vista voando pelos céus de Chernobyl por vários trabalhadores na sala de controle.

Outros afirmaram ter visto pouco antes da explosão, mas tudo é complicado. Os únicos testemunhos que foram contados sobre esta criatura foram dados por pessoas que morreram de radiação.

Tudo começou quando 5 trabalhadores relataram a presença de uma criatura enorme, escura e sem cabeça. Mas o que mais chamava a atenção nessa entidade eram suas enormes asas e seus olhos coloridos de “fogo”.

Quando vários trabalhadores relataram o incidente, eles perceberam que suas histórias eram assustadoramente semelhantes. Em poucos dias, outros começaram a sofrer de pesadelos terríveis, enquanto outros recebiam ligações onde eram ameaçados.

Mas essas reuniões não se limitavam apenas aos trabalhadores. Outras pessoas que viviam ao redor da usina nuclear, que começaram a sofrer uma série de eventos estranhos que giravam em torno dos estranhos avistamentos dessa criatura.

Para surpresa de todos, essas pessoas também o descreveram como uma entidade gigante e escura com grandes asas e olhos vermelhos.

As pessoas afetadas por esse fenômeno sofriam de pesadelos e repetidos encontros com o ser. Alguns dos trabalhadores tiveram experiências misteriosas que relataram a seus supervisores, mas não havia muito que pudessem fazer a respeito.

Mesmo que o governo agisse contra o que estava acontecendo, depois de abril a tragédia aconteceu.

O quarto reator da usina nuclear explodiu em 26 de abril e 2 dias depois a cidade de Prypyat foi totalmente evacuada.
Durante anos, a lenda da criatura começou a ser conhecida e a se espalhar por todo o país. Os depoimentos quase idênticos dos trabalhadores chamaram a atenção dos cidadãos.

Existem diferentes teorias para explicar esse fenômeno. Talvez o mais conhecido e mais aterrorizante seja aquele que o associa ao Mothman, o “homem-mariposa” que costuma aparecer em West Virginia, nos Estados Unidos.

Mas não é a única explicação; outros o relacionam com extraterrestres, já que não seria a primeira vez que OVNIs ou alienígenas seriam observados em instalações nucleares.

A lenda da criatura conhecida como o Pássaro Negro de Chenobyl já é quase uma lenda urbana na Ucrânia, na Rússia e em várias partes do mundo. O que era e por que apareceu pouco antes da explosão?