Ceres  na mitologia representa a Deusa Romana da Agricultura, já foi classificado como uma Lua, mas hoje após um consenso com a comunidade científica ganhou o status de Planeta Anão.

Ceres está  localizado no cinturão de asteróides  entre Marte e Júpiter, sendo o maior dos asteróides . Desde sua descoberta em 1801 por Giuseppe Piazzi, Ceres recebeu diversas classificações, sendo inicialmente considerado planeta e posteriormente asteróide . Em 2006 foi enquadrado na categoria de planeta anão.

img_3242

Possui um formato arredondado e uma superfície escura cheia de crateras. É constituído possivelmente por um núcleo rochoso circundado por um manto de gelo. Sua superfície, conforme anteriormente observado pelo Telescópio Espacial Hubble, apresenta regiões mais escuras, além de locais de brilho proeminente, de natureza ainda desconhecida. O planeta anão possui uma tênue atmosfera formada sobretudo por vapor de água que sublima e deixa a superfície. Atualmente aparenta ser geologicamente inerte.

img_3244

Em 2007, foi lançada a sonda Dawn, da NASA, que fez uma passagem por Vesta e entrou em órbita ao redor de Ceres em 6 de março de 2015. Fotografias de resolução não obtida anteriormente foram tiradas a partir de janeiro de 2015 conforme a Dawn se aproximou de Ceres, revelando uma superfície coberta de crateras. Um ponto brilhante visto anteriormente em imagens do Telescópio Espacial Hubble foi observado como duas formações distintas de alto albedo no interior de uma cratera, consistentes com material reflexivo contendo gelo ou sais. Foi iniciamente especulado que esses pontos teriam origem criovulcânica, mas isso foi considerado improvável.

img_3239

Uma animação da Nasa proveniente de fotos reais tiradas pela Sonda Dawn nos mostra as principais crateras do planeta, uma viagem fantástica nos leva a um sobrevoo ao planeta.

A Sonda Dawn

Sumário da missão

Gerente da missão: Jet Propulsion Laboratory
Missão: Programa Discovery da NASA
Performance: Orbitar e atingir a dois asteróides  – Com uma altitude de no máximo de 4 500 km e no mínimo de 25 km dos asteroides.
Propulsão: Motor iônico alimentado por energia solar.
Geração de energia: 10 kW na Terra e 1,4 kW em Ceres
Massa: 1 237 kg no lançamento
Duração da missão: 10 anos
Etapa atual: Em órbita de Ceres
Data de lançamento: 27 de Setembro de 2007
Foguete utilizado: Delta II modelo 2925H

img_3245

A missão Dawn, consiste numa nave espacial norte-americana, que foi lançada pela NASA a 27 de Setembro de 2007 e que será gerenciada pelo Laboratório de jato-propulsão – JPL, do estado da Califórnia, Estados Unidos. Terá a finalidade de lançar uma sonda que irá examinar os planetas anões Ceres e Vesta. Esses corpos celestes pertencem ao Cinturão de Asteróides situados entre Marte e Júpiter.

Eles são os maiores asteróides do nosso Sistema Solar e são por vezes denominados de protoplanetas (planetas embriões) e pensa-se que permaneceram intactos desde a sua formação. A missão Dawn está incluída no programa da NASA denominado de Programa Discovery.

Os Mistérios 

No momento em que a nave chegou a Ceres, em março, já havia crescido a especulação sobre a natureza da superfície do planeta-anão. Muitos pesquisadores suspeitavam que Ceres, que parecia ser rico em água gelada, teria um solo bastante suave e jovem. Em vez disso, conforme o veículo se aproximava cada vez mais da reta final de sua jornada de sete anos, começou a enviar imagens de crateras na superfície muito mais dura do que o esperado.
Ainda mais estranho: um ponto brilhante misterioso (anteriormente observado pelo Telescópio Espacial Hubble), que parecia um farol na superfície do planeta. Esse ponto virou dois pontos brilhantes conforme a nave espacial se aproximava, e novas imagens mostram que um dos pontos é, na verdade, composto de pelo menos oito manchas menores.
Mas o que são essas áreas brilhantes? De acordo com Russell, ainda não está claro. É possível que elas sejam sal ou gelo, embora os cientistas não possam dizer com certeza. “Devemos obter a resposta quando sobrevoarmos o ponto brilhante novamente”.
Para o pesquisador, no momento, saber que o menor dos dois pontos é na verdade vários pontos dá aos cientistas informações preciosas. “Isto significa que o processo que fez a grande mancha brilhante pode funcionar em uma escala menor. A distribuição destes pontos brilhantes é algo que devemos considerar seriamente ao resolver esse quebra-cabeça. A solução deve nos dizer muito sobre o subsolo invisível de Ceres”. Os entusiastas, Ufologos,e teóricos da conspiração acham que a Nasa não tem ideia do que  realmente representam os brilhos misteriosos, ou está escondendo algo, com isso fizeram uma composição de duas imagens bastante interessante, uma foto tirada de um satélite em órbita da Terra de Las  Vegas e outra do Planeta Ceres.

img_3243

O Mistério da Montanha Piramidal

img_3238

A sonda Dawn descobriu outra característica surpreendente na superfície: uma montanha com cerca de 5 quilômetros de altura que se projeta do solo sozinha. “Nós ainda não sabemos o que fez este pico em Ceres, e muito menos o que lhe deu a forma que vemos”, admitiu Russell. “Esta é mais uma surpresa completa para a equipe. No entanto, na Terra existem processos que podem fazer crescer montículos da água subterrânea em terrenos árticos. Mas estas são estruturas muito menores”. Ele acrescenta, ainda, que o fato de só enxergarmos uma destas formações no planeta-anão torna este um evento singular, o que dificulta a sua compreensão.
A montanha piramidal não está associada com qualquer um dos pontos luminosos, mas há riscos brilhantes de cima a baixo em algumas de suas encostas. “É possível que o material brilhante seja o mesmo que está fazendo com que os pontos sejam brilhantes”, afirma o cientista. “Vamos precisar de uma resolução melhor para determinar isso”.
A sonda tem circulado Ceres em uma órbita cerca de 4350 quilômetros acima da superfície. Em agosto, ela vai chegar a uma altitude de 1450 quilômetros, dando uma visão ainda mais clara do planeta-anão misterioso.

Mais um mistério ainda sem solução dentre muitos outros, seriam os pontos brilhantes uma reação química desconhecida? Gelo refletindo a luz do Sol apesar da distância ? E a montanha Piramidal imensa, se destacando sobre uma superfície plana com milhares de quilômetros, o que representa? Como foi formada? Essas e outras indagações em breve serão esclarecidas pelos cientistas, ou não ?????????????